Apple bans developer's account Fortnite

Apple revoga o acesso da Epic Games, impedindo o regresso de Fortnite à App Store

Num movimento que intensificou a batalha em curso entre a Apple e a Epic Games, a Apple revogou recentemente a conta de programador da Epic Games. Esta ação bloqueia efetivamente os esforços da Epic Games para reintroduzir o Fortnite e lançar a Epic Games Store em dispositivos iOS na Europa, um desenvolvimento que era muito aguardado depois de a conta de programador da Epic ter sido aprovada no início deste ano.

Mercado europeu de arte digital: Um sector próspero

O mercado europeu de arte digital, avaliado em 4,85 mil milhões de dólares em 2023, está a registar um rápido crescimento, com projeções que indicam um CAGR de 15,40% durante o período de previsão. Este mercado engloba plataformas de arte digital, mercados online como OpenSea, SuperRare e Nifty Gateway, e plataformas de mídia social como Twitter, Instagram e TikTok, que desempenham um papel crucial na promoção e venda de arte digital.

A arte digital encontra aplicações na publicidade, entretenimento, jogos e realidade virtual/aumentada, oferecendo produtos que vão desde NFTs e impressões digitais a obras de arte digitais originais. O aumento das vendas de arte em linha é notável na Europa, com a União Europeia e o Reino Unido a registarem percentagens significativas de transacções de vendas de arte em linha. Apesar do crescimento do mercado, persistem desafios como a pirataria digital e a proteção dos direitos de autor, particularmente no segmento da arte NFT, que deverá atingir um valor de 31,97 mil milhões de dólares até 2030.

A disputa entre a Apple e a Epic Games

O conflito remonta a fevereiro, quando a Epic Games anunciou a aprovação da sua conta de programador pela Apple, dando a entender o regresso do Fortnite aos dispositivos iOS na Europa. Isto foi visto como um desenvolvimento positivo ao abrigo da Lei Europeia dos Mercados Digitais (DMA), concebida para incentivar a concorrência, permitindo que os programadores publiquem as suas próprias lojas de aplicações em dispositivos iOS. No entanto, a recente decisão da Apple de encerrar a conta de programador da Epic veio impedir estes planos.

Justificativa da Apple

A Apple citou vários motivos para encerrar a conta de desenvolvedor da Epic, incluindo as críticas públicas da Epic ao plano de conformidade com o DMA proposto pela Apple e violações anteriores de obrigações contratuais. A Apple manifestou a sua preocupação com as declarações do diretor executivo da Epic, Tim Sweeney, que criticou os monopólios da loja de aplicações da Apple e dos pagamentos de bens digitais, sugerindo um esforço mais vasto da Epic para minar as regras da Apple.

Resposta da Epic

A Epic Games respondeu à decisão da Apple alegando uma “violação grave” do DMA, argumentando que a ação da Apple não só impede o desenvolvimento da Epic Games Store para iOS, como também mostra a relutância da Apple em permitir uma verdadeira concorrência na sua plataforma. A Epic sublinhou as preocupações da Apple relativamente às críticas da Epic e às infracções anteriores às regras, considerando a decisão da Apple como uma retaliação por desafiar as suas práticas monopolistas.

Implicações da Lei dos Mercados Digitais

A DMA, em vigor a partir de 2023, tem como objetivo garantir mercados digitais justos e abertos, abordando o domínio das grandes plataformas em linha. Estabelece critérios para a identificação de “gatekeepers” e define obrigações para promover a concorrência, a inovação e a escolha do consumidor, com multas e sanções significativas em caso de incumprimento.

A saga em curso e o futuro

Este não é o primeiro caso em que a Apple encerra uma conta de desenvolvedor da Epic. A saga começou em agosto de 2020, quando a Epic introduziu um método de pagamento direto no Fortnite no iOS, levando à remoção do jogo e ao encerramento das contas de desenvolvedor da Epic. A Epic Games prometeu continuar a sua luta pela concorrência e pela escolha em dispositivos iOS na Europa e no mundo, planeando apresentar o seu caso à Comissão Europeia. O resultado deste litígio poderá ter um impacto significativo no futuro da distribuição de aplicações e da concorrência nos dispositivos iOS.

Leave a comment