Smoulder League of Legends design

O design do personagem Smolder, abandonado pela Riot Games, poderia ter atrapalhado o League of Legends

No mundo em constante evolução de League of Legends, a abordagem da Riot Games para o design de campeões é um tópico de discussão constante entre a vasta base de jogadores do jogo. As recentes revelações sobre o conceito original do design de Smolder, o campeão dragão lançado em janeiro de 2024, reacenderam essa conversa, oferecendo um vislumbre fascinante do “que poderia ter sido” do processo de desenvolvimento de campeões de League.

A visão original de Smolder

O projeto inicial de Smolder era ambicioso, para dizer o mínimo. De acordo com os detalhes compartilhados por August Browning, da Riot, Smolder foi concebido para se tornar automaticamente “o filho de qualquer dragão que se torne uma fenda no jogo e ganhe um bônus único em seu Q”. Esse conceito faria com que as habilidades de Smolder mudassem dinamicamente com base no dragão elemental que dominava Summoner’s Rift, com efeitos que iam de explosões para Infernal, desaceleração de inimigos para Ocean e aplicação de veneno para Chemtech. Uma iteração até permitia que o Sopro Super Esmagador de Smolder funcionasse em torres, causando dano real.

Esta versão do Smolder prometia um nível de RNG (geração de números aleatórios) que teria um impacto significativo na jogabilidade. O kit do campeão mudaria a cada jogo, dependendo do dragão que aparecesse, tornando cada partida uma experiência única para os jogadores de Smolder. No entanto, essa imprevisibilidade também foi a ruína do projeto. A Riot Games acabou optando por essa versão devido aos extensos recursos de arte necessários e à aleatoriedade inerente que ela introduziria no kit do jogador.

Reação da comunidade e visão dos programadores

A reação da comunidade ao design abandonado foi mista, com muitos jogadores a expressarem o seu desapontamento pela oportunidade perdida de ter uma experiência de Campeão verdadeiramente única. A ideia de um Campeão cujas habilidades e estilo de jogo pudessem mudar de jogo para jogo era intrigante e estava alinhada com a tradição de que a mãe de Smolder, um dragão elemental não visto no jogo, aumentaria o Q dele à medida que o jogo progredisse. Isto teria garantido que não haveria dois jogos iguais com Smolder, exigindo que os jogadores adaptassem as suas estratégias com base nas habilidades que lhes eram concedidas.

No entanto, outras pessoas concordaram com a decisão da Riot, reconhecendo os desafios e potenciais frustrações que tal design poderia ter introduzido. A dependência do RNG poderia ter tornado Smolder um pesadelo de balanceamento, adicionando um elemento imprevisível a um jogo onde estratégia e habilidade são fundamentais. O compromisso da Riot em garantir que os novos campeões sejam divertidos de jogar e fáceis de entender provavelmente teve um papel importante na decisão de descartar o design original.

Uma olhada no estado atual de Smolder

Apesar do conceito abandonado, Smolder encontrou seu lugar em League of Legends. O campeão que chegou aos servidores ativos pode não ter a dinâmica e a variabilidade de jogo a jogo do design original, mas ainda oferece um estilo de jogo único. As habilidades de Smolder, incluindo o seu Super Sopro Devorador e a capacidade de voar e cuspir fogo, reflectem a sua herança dracónica e oferecem aos jogadores um campeão poderoso e visualmente impressionante para dominar.

Conclusão

A história do desenvolvimento de Smolder é um testemunho das complexidades do design de campeões em League of Legends. Embora o conceito original de Smolder fosse sem dúvida ambicioso e pudesse ter oferecido uma nova experiência de jogo, a decisão da Riot Games de optar por um design mais simples ressalta o delicado equilíbrio entre inovação e praticidade no desenvolvimento de jogos. À medida que a League continua a evoluir, a comunidade pode esperar mais informações sobre o processo criativo por trás do seu jogo favorito, mesmo que isso signifique lamentar os campeões que poderiam ter sido.


Smoulder

Smolder é um novo campeão do popular jogo de arena de batalha multijogador online, League of Legends. Apresentado como um jovem dragão ardente, Smolder é classificado como um atirador de elite com foco em ataques de curto alcance e se destaca em lutas de equipe devido à sua capacidade de causar dano em área de efeito (AoE).

Habilidades

  • Passivo – Treino do Dragão: Smolder ganha acúmulos que aumentam seu dano de habilidade básico sempre que ele atinge campeões com habilidades ou os mata com sua habilidade Q, Bafo Super Arrasador.
  • Q – Bafo Super Ardente: Essa habilidade permite que o Ardente atire uma chama poderosa nos inimigos, evoluindo em dano e efeitos à medida que ele ganha mais acúmulos. Ela começa com dano em área e progride para incluir explosões e dano real ao longo do tempo.
  • W – Achooo!: Smolder espirra uma explosão de fogo que causa dano e abranda os inimigos, com explosões adicionais se atingir campeões.
  • E – Flap, Flap, Flap: Esta habilidade concede a Smolder a capacidade de voar brevemente, atacando automaticamente o inimigo de menor saúde por perto.
  • R – MMOOOMMMM!: Smolder invoca a sua mãe, que sopra fogo de cima, causando dano e abrandando os inimigos. Se Smolder estiver dentro da área de efeito, ele também recebe cura.

Histórico

Smolder vem de Camavor, uma região conhecida por seus dragões imperiais. Ele foi separado de sua mãe ainda jovem e criado por um garoto humano chamado Marinos, o que influenciou seus maneirismos brincalhões e um pouco menos que dracônicos. Apesar da sua inexperiência juvenil, Smolder está determinado a crescer e a dominar as suas capacidades, incorporando o espírito ardente da sua linhagem imperial.

A introdução de Smolder em League of Legends adiciona uma personagem única ao plantel, misturando o fascínio mítico dos dragões com a jogabilidade dinâmica de um atirador, tornando-o uma escolha potencialmente popular para os jogadores que procuram apimentar o seu jogo com algum fogo de dragão.

Leave a comment